Coronavírus No Brasil: Como Se Prevenir Na Academia E No Trabalho

O mundo todo agora só sabe falar de uma coisa agora, o coronavírus. O levantamento mais recente do Ministério da Saúde, divulgado ontem (12/03), apontou que até o momento foram registrados 77 casos confirmados no Brasil.

Perguntas comuns como “devo me preocupar em estar em lugares cheios e fechados” vem crescendo cada vez mais, considerando que o número de pessoas infectadas está aumentando. Investigações sobre as formas de transmissão ainda estão em andamento, mas sabemos que a contaminação é por gotículas respiratórias ou pelo contato.   

Nesse caso, é muito importante tomar alguns cuidados em lugares cheios, pois o vírus se espalha da mesma maneira que um resfriado comum, e lugares como o ambiente de trabalho, academia e transporte público, onde muita gente entra em contato com os mesmos equipamentos e aparelhos, pode sim serem lugares propícios para disseminar o vírus pois são lugares em que várias pessoas tocam muitas vezes uma mesma superfície.

Sempre que puder, troque aquela reunião chata por um email sim, para evitar ficar em um local fechado com outras pessoas que possam estar contaminadas sem saber ainda.

Então, fique alerta, pois o fato de encostar em um objeto contaminado e levar a sua mão aos olhos, nariz e boca pode levar a contaminação do vírus.

Como se proteger do coronavírus

Até o momento não foi desenvolvida uma vacina ou algum remédio para prevenir a doença, mas os métodos indicados para se proteger são os mesmos usados durante a temporada de gripe.

Siga à risca as dicas abaixo divulgadas pelos órgãos oficiais da área da saúde para se proteger!

  • Higienize as mãos frequentemente com água e sabão pelo menos por 20 segundos
  • Se não for possível lavar as mãos, passe álcool gel 70%, e lembre-se de sempre ter um na bolsa
  • Evite tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas
  • Evite contato próximo com pessoas que estejam tossindo ou espirrando
  • Tente evitar uma distância de 1 a 2 metros dessas pessoas
  • Se apresentar sintomas de gripe, como febre leve, dor de garganta e no corpo, tosse e espirros, evite o contato com outras pessoas
  • Se o quadro se agravar procure atendimento médico e antes de sair use uma máscara cobrindo o nariz e boca para evitar passar para outras pessoas
  • Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz na dobra do cotovelo ou use um lenço de papel e descarte-o em seguida. Não esqueça de lavar as mãos depois disso!
  • Higienize os aparelhos e superfícies da academia e do trabalho (teclado, corrimão da escada, maçanetas...) com um paninho com álcool gel e/ou desinfetante e higienize as mãos depois de tocá-los também. É importante fazer isso antes e depois de tocar no local
  • Considere não usar o aparelho na academia caso veja alguém tossindo ou espirrando perto dele

No caso da academia, você também pode evitar ir sempre e fazer os seus exercícios em casa. O site Cuidaí divulgou uma matéria super bacana com dicas de como malhar em casa. Olha só!

Exercícios de peso corporal 

  • Escolha seu treino– cardio, treinamento de força ou uma mistura de ambos.
  • Selecione 10 exercícios diferentes– para exercícios aeróbicos, concentre-se em atividades com diferentes níveis de intensidade. Por exemplo, você pode alternar um exercício de alta intensidade (como polichinelos ou burpees) com um movimento mais fácil (como marchar no lugar). Para o treinamento de força, opte por exercícios compostos, como agachamentos, estocadas, flexões e mergulhos para trabalhar o corpo inteiro. 
  • Escolha a duração de cada exercício– os iniciantes podem começar com 10 a 30 segundos ou 8 a 16 repetições, enquanto os intermediários ou avançados podem demorar entre 60 a 90 segundos ou 20 ou mais repetições.
  • Prepare-se– Configure o relógio ou use um cronômetro, ligue algumas músicas ou seu programa de TV favorito e comece com um exercício fácil para aquecer.
  • Enfim, o treino– Faça um circuito se você for iniciante ou com pouco tempo. Faça 2-5 circuitos para um treino mais intenso.

Exercícios com acessórios

Cadeira

Ela permite aumentar a amplitude de alguns movimentos, adaptar outros, e ainda, dificultar. Alguns exemplos de exercícios são o tríceps, abdominal e passada no banco ou cadeira, extensão dos joelhos (esse pode ser combinado com caneleiras) e adaptação de agachamento para iniciantes.

Vassoura

Seja para manter o equilíbrio ou adicionar dificuldade, a vassoura é multifunções nos treinos em casa. Com ela, podemos fazer exercícios como desenvolvimento, elevação frontal, afundo, agachamento e remada.

 

Tapete
Desde práticas simples, até as mais complexas, o tapete possibilita um maior conforto durante o treino em casa. Ele é muito utilizado para modalidades como yoga e alongamento, mas também pode estar presente na sua série de abdominais e de exercícios com caneleiras.

Mini Band/Elástico

Se de todos esses, você só puder escolher um para comprar, compre os elásticos. Isso porque eles são acessórios extremamente acessíveis, não ocupam espaço e se encaixam em muitos exercícios, oferecendo maior resistência aos movimentos do corpo todo. O mais legal é que você pode escolher entre elásticos fracos, médios e fortes e muitos deles são vendidos juntos.

Cordas

Por último, e não poderia faltar, as cordas são acessórios simples que também não ocupam espaço e permitem a realização de um bom cardio em qualquer lugar. Esse tipo de treino auxilia na perda de gordura e na melhora rápida do sistema cardiorrespiratório. Desde pular infinitamente até alternar exercícios com os saltos compondo um HIIT, esse acessório pode ser a chave principal do emagrecimento.

*Fonte Cuidaí https://cuidai.com.br/

Deixe um Comentário